Lorem ipsum dolor amet, modus intellegebat duo dolorum graecis

Follow Us
  /  Blog   /  Apoio à vida – Há 20 anos a ajudar grávidas, mães e os seus bebés – Entrevista a Rita Rego

Apoio à vida – Há 20 anos a ajudar grávidas, mães e os seus bebés – Entrevista a Rita Rego

Como a Bomull Baby é uma loja pensada para bebés e crianças e como mulher e mãe que sou, este mês decidi saber mais sobre uma fantástica Instituição, a Apoio à Vida, fundada em 1999 e cuja missão e visão tocaram o meu coração.

Aqui ficam as respostas a algumas das questões que coloquei à Rita Rego, que é a responsável pela comunicação e angariação de fundos no Apoio à Vida a quem eu agradeço imenso por se prontificar de imediato a conceder-me esta entrevista.

1. Qual a missão e visão da Apoio à Vida?
A visão da nossa associação é:
Que nenhuma mulher, com dúvidas relativamente à sua gravidez, se sinta sozinha ou seja levada a abortar por não ter ninguém que a apoie.
Decorrente disto, a nossa missão pode explicar-se em quatro pontos principais:
– Acompanhar mulheres grávidas em situação de dúvida ou dificuldade psicológica, familiar ou social.
– Acompanhar, igualmente, os seus companheiros e famílias.
– Ajudar, acolher e capacitar todas as grávidas que nos procuram.
– Ajudá-las a perceber que não estão sozinhas.

2. Que tipo de ajuda proporcionam e a quem?

No Apoio à Vida prestamos toda a ajuda que uma grávida necessita, caso a caso, sempre focada no interesse de cada mulher que nos procura. Do apoio psicológico e social, às formações em grupo ou individualmente, passando, se necessário, pelo acolhimento na nossa Casa de Santa Isabel, pela formação profissional na Escola de Talentos, que criámos em 2014, e pelo apoio na construção de curriculum e procura de emprego. Temos um departamento de inserção profissional cuja atuação é extensível a todo o agregado familiar das nossas Mães.

Acompanhamos:
– Mulheres e adolescentes grávidas com falta de condições para acolher o seu bebé ou que são pressionadas a abortar
– Mães de bebés com até 3 meses de idade.
– Familiares das mulheres que nos procuram.
Nestes 20 anos já ajudámos mais de 4.000 mulheres a terem os seus bebés.

3. Como é constituída a equipa do Apoio à vida?

A equipa técnica do Apoio à Vida é constituída por quatro assistentes sociais, três psicólogas e uma técnica de inserção profissional.

4. Qual é o melhor feedback que lhe podem dar em relação ao apoio recebido na Instituição?

Para mim, o melhor feedback possível é ver as Mães felizes com a sua família. As histórias são muitas e todas diferentes, mas perceber que o Apoio à Vida contribui para que se tornem mais estruturadas e donas das suas decisões é maravilhoso. E ficam muitas amizades. Temos Mães que são hoje doadoras, voluntárias, apoiantes… é muito bom!

5. Não existem dois dias iguais na Instituição?

É verdade. Tanto podemos ter uma sala cheia de bebés – que ficam com as nossas preciosas babysitters voluntárias enquanto as mães estão em formação — como uma Festa de Entrega de Diplomas na Escola de Talentos ou uma campanha de recolha de bens. A vida acontece em força por aqui!

6. Projetos a decorrer e futuros projetos?

A partir dos nossos Centros de Atendimento (Alcântara e Vila Franca) acompanhamos cerca de 380 famílias por ano e todas as semanas há mais grávidas a procurar-nos. Este é o trabalho, digamos, rotineiro, que nunca pára.
Neste momento estão a terminar os Cursos 26 e 27 da Escola de Talentos e a ser organizados os próximos (que começam em Setembro). Para o projeto de sensibilização e prevenção junto de jovens do ensino secundário “1+1, Achas que tens a escola toda?” estamos a preparar os novos materiais que vamos usar no próximo ano lectivo.
Na Casa de Santa Isabel vamos ter três nascimentos além de saídas e entradas ainda este mês.
Por fim, estamos a iniciar contactos para dois novos eventos no segundo semestre de que darei notícias assim que possível.

7. Se alguém quiser ligar para o Apoio à Vida, porque precisa de ajuda ou para esclarecimento de dúvidas qual o número que pode ligar? E o mesmo é gratuito?

Temos uma linha de atendimento gratuita 24 horas por dia, sempre ao cuidado de um elemento da equipa técnica: 800 20 80 90.

8. Como podemos ajudar?

Existem várias formas de ajudar o Apoio à Vida:

– Através de donativos em bens ou em dinheiro;
– Organizando campanhas em escolas ou empresas;
– Com voluntariado (babysitting, campanhas, arrumações, etc.);
– Divulgando a nossa associação (fornecemos flyers e cartazes).

O meu muito obrigado à Rita e a todos os profissionais desta Instituição que todos os dias ajudam mães e os seus bebés.

“Os braços de uma mãe são feitos de ternura e as crianças dormem profundamente neles”. Victor Hugo

 

Se gostariam de saber mais ou como eu ajudar esta fantástica Instituição basta consultarem o site: https://www.apoioavida.pt/

 

 

Logo

 

 

Post a Comment